dengue 728×90 – 2

O empresário Rubens de Oliveira Barros, que mantém pontos comerciais na Avenida Capitão Castro, no centro de Vilhena, enviou à esta página eletrônica uma carta aberta à população para falar de sua indignação ao que chamou de abandono dos poderes executivo e legislativo quanto a manutenção da Avenida que lhe rende o sustento.

Na carta, ele diz que está insatisfeito com o abandono do local, e que os investimentos feitos pelos empresários locais (como ele) não são reconhecidos pela Prefeitura de Vilhena, que não investe em melhorias estruturais na segunda Avenida comercial mais tradicional do município.

Rubens de Oliveira Barros conta que após as chuvas algumas lojas no local ficam ilhadas e clientes preferem ir a outras empresas cujo acesso seja mais fácil. “Não temos apoio de nossas autoridades, até mesmo a Aciv, que está localizada nesta avenida nada faz para chamar a atenção dos nossos políticos”, desabafa.

O autor da carta conta, ainda, que mora há 43 anos em Vilhena e desde que o asfalto chegou às portas de sua propriedade vem pedindo o apoio do poder público, que nunca atendeu às reivindicações do comércio na região. Quanto a última obra realizada pela Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos (Semosp) na Avenida Capitão Castro (na altura da Rua Quintinho Cunha) Rubens de Oliveira Barros opina: “Isso é uma vergonha senhores, não é assim que se resolve um problema desta natureza. Não estou criticando os trabalhadores que colocaram a canaleta de alumínio no local, pois estava cumprindo ordens, mas seus superiores deveriam sair de suas salas e ir ao local para ver a situação que está a nossa Avenida”.

Ao final da carta, o empresário pede socorro aos políticos locais, e que olhem com carinho para a avenida, “que gera emprego e receita para o município”, arremata.

Texto: Da Redação

Foto: Rômulo Azevedo

 

dengue 728×90

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO