Estamos em guerra governo 728×90  – ALE celular 300×250
Alunos foram até o colégio Marechal Rondon armados com facas, um facão, e um canivete
Alunos foram até o colégio Marechal Rondon armados com facas, um facão, e um canivete
Estamos em guerra 468×60

Desde esta quarta-feira, 11, a Polícia Militar (PM) de Vilhena vem tendo trabalho com um grupo formado por aproximadamente dez adolescentes, estudantes da escola Marechal Rondon, por conta de uma rixa, que segundo um dos menores envolvidos, começou a cerca de um ano atrás sem motivo aparente.

No final da manhã desta quinta-feira, 12, o grupo voltou a entrar em conflito, na saída do horário escolar, no corredor que dá acesso à saída principal da escola. Três dos envolvidos, que são irmãos, lutavam contra o restante do grupo.

Um dos irmãos levou uma pedrada na cabeça, enquanto outro menor do grupo rival machucou um dos dedos da mão direita. O que mais chama a atenção neste caso é a banalidade atrelada à brutalidade como os adolescentes decidiram resolver as diferenças entre eles. Um dos envolvidos contou à reportagem do Extra de Rondônia (já na delegacia) que na manhã anterior o trio de irmãos havia ameaçado os rivais com facas. Os membros do outro grupo foram até o colégio (nesta quinta) armados com facas, um facão, e um canivete.

A briga só não teve maiores proporções porque a PM chegou a tempo e conseguiu acalmar os ânimos, mas com dificuldades. Alguns menores fugiram do local ao perceberem a chegada dos militares. Seis foram conduzidos à Delegacia de Polícia Civil (DPC). O clima entre os meninos era de tensão e raiva. Ao final do registro do boletim de ocorrência (BO) um dos menores garantiu que não aceitaria a situação do irmão estar machucado. “Isso não vai ficar assim”, disse.

A ira do menor era tamanha que ele chegou a insinuar que bateria em um dos policiais que atenderam a ocorrência, caso ele não estivesse fardado. A direção da escola foi procurada para falar sobre o assunto, porém preferiu não dar declarações, informando, apenas que havia pessoas fora da escola envolvidas no caso.

marechal rondono

 

Fonte: Extra de Rondônia

Texto: Rômulo Azevedo

Fotos: Orlando Caro

 

estamos em guerra 728×90 2
covid 468×60

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO