Estamos em guerra governo 728×90  – ALE celular 300×250
Estamos em guerra 468×60

CAPA1Motoristas e motociclistas que precisam passar pela BR-364, na área urbana de Vilhena, encontram dificuldades por causa da situação dos quebra-molas. Segundo os condutores, há vários meses os quebra-molas começaram a ficar esburacados e com as pontas de ferro visíveis. Um motorista de caminhão de frete afirmou ter medo de passar no local por conta do risco de acidentes ou até mesmo de furar o pneu do veículo.

Os redutores de velocidade, segundo o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), foram instalados nestes locais por conta dos altos índices de acidentes. A BR-364 corta todo perímetro urbano de Vilhena. Das cinco rotatórias instaladas na rodovia, quatro delas possuem quebra-molas.

 

Procurado, Ivo Alves Pereira, responsável pela regional do Dnit em Vilhena, afirmou que a construtora responsável já enviou um posicionamento sobre o reparo nos quebra-molas. De acordo com Pereira, a partir de quinta-feira (2), a Construtora Centro Minas irá iniciar a operação tapa buraco do quilômetro 0 até a cidade de Pimenta Bueno.

GEDC0325

CAPA

GEDC0320

GEDC0323

GEDC0324

Autor: Jonatas Boni – G1

Foto: Matias Siqueira

estamos em guerra 728×90 2
covid 468×60

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO