dengue 728×90 – 2

exercito-forca-nacional-e-policias-iniciam-operacao-para-localizar-desaparecidos-em-humaita489x346_12711aicitonp18cu3l4b2pjgne04sf1br91tsd1menos 300 homens da Polícia Federal, Força Nacional de Segurança, Polícia Rodoviária Federal iniciaram no final da tarde deste sábado em Humaitá, a operação para tentar localizar três trabalhadores desaparecidos desde o último dia 16. Há suspeitas que possam ter sido tomadas como reféns e assassinados por índios da etnia Tenharim. As forças policiais seguiram em comboio para a região de Santo Antônio do Matupí, na Rodovia Transamazônica, a cerca de 180 Km de Humaitá, para iniciar a ação.

Com um aparato de guerra, os agentes da Lei cruzaram o Rio Madeira em direção à terra indígena dos Tenharim, onde segundo os moradores das cidades de Humaitá e Apuí, estão os corpos dos três homens que desapareceram no último dia 16.

Os moradores acusam os Tenharim pelo sequestro e morte dos homens. Em retaliação a ação dos indígenas, um grupo de cerca de trezentas pessoas, queimaram postos onde os índios cobravam pedágio na Transamazônica.

A Polícia Federal não descarta novo conflito na região, principalmente se de fato, os corpos forem encontrados na terra dos Tenharim.

O caso

A reserva indígena tem oito aldeias e fica às margens da Transamazônica. Três pessoas seguiam pela estrada de Humaitá a caminho de Apuí: Stef Pinheiro de Souza é professor da rede pública municipal de Apuí; Aldeney Ribeiro Salvador é gerente da Eletrobrás Amazonas Energia em Santo Antônio do Matupi (Distrito de Manicoré); e Luciano da Conceição Ferreira Freire é representante comercial e mora em Humaitá.

A notícia foi confirmada pela empresa Amazonas Energia, que em nota informou ter acionado todos os órgãos governamentais como Funai, Polícia Civil de Humaitá e Polícia Federal de Rondônia para investigar o desaparecimento do funcionário.

Segundo informações extra-oficiais, há testemunhas que dizem terem visto cerca de 40 indígenas empurrando um carro com as mesmas características do qual viajavam as três pessoas, para dentro da aldeia por volta das 9h30 do dia 16 de dezembro, uma segunda-feira.

Fonte: A Crítica

dengue 728×90

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO