Uelinton Gomes morreu com uma facada no peito
Uelinton Gomes morreu com uma facada no peito

José Wilmar Azevedo, conhecido com o “polaquinho” ou “bala”, se apresentou à justiça nesta sexta-feira, 31, no município de Cerejeiras, onde matou o agente penitenciário Uelinton Gomes de Oliveira, com uma facada no peito no dia 3 de dezembro de 2011 em um bar localizado na Avenida Integração Nacional.

Coincidência, ou não, esta sexta-feira, era a data de seu julgamento e ele se apresentou ao juiz que conduziria o júri popular. Segundo amigos do agente penitenciário, “polaquinho” estava foragido desde o dia do crime.

Ele foi condenado e pediu para ser transferido ao município de Vilhena, pois estava com medo de sofrer represálias dos colegas da vítima. Uma equipe de agentes penitenciários trouxe “Polaquinho” que irá cumprir sua pena no Centro de Ressocialização Cone Sul.

RELEMBRE O CASO

Segundo testemunhas da época, ambos estavam no bar e sem motivo aparente “Polaquinho” desferiu a facada contra Uelinto. As pessoas só perceberam o que se tratava quando viram a vítima sangrando. O acusado saiu correndo do local e desapareceu. O agente penitenciário tinha um filho pequeno e à época do crime sua esposa estava grávida.

Texto: Extra de Rondônia

Foto: Reprodução

sicoob credisul
vacina 728×90

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO