DSC_0003Na tarde desta terça-feira, 17, em conversa com a equipe de reportagem do Extra de Rondônia, João Assis da Silva, diretor do Sindicato dos Servidores em Educação do Estado de Rondônia (SINTERO) no Cone Sul, confirmou que os funcionários públicos da rede estadual de ensino irão interromper temporariamente suas atividades a partir desta quarta-feira, 18, às 8h.

A manifestação se estenderá ate o dia 20 de março, com concentração na Praça Nossa Senhora Aparecida. No dia 19 reuniões irão acontecer na Praça dos Mensageiros, e no dia 20, na Praça do 5° BEC.

Os servidores estão reivindicando melhores condições de trabalho, revisão geral anual de 2013 a 2015, e o fim do descaso público.

O sindicato convida todos os servidores públicos de todas as áreas  para participar desta reivindicação de melhores condições de trabalho.

Em Porto Velho 

A paralisação está sendo organizada pelo SINDSAÚDE (servidores da saúde), SINTERO (educação), SINSEPOL (Polícia Civil), SINGEPERON (agentes penitenciários), SINTEC (técnicos tributários), SINSEMPRO (servidores do Ministério Público), SINDER (servidores do DER), SINDERON (enfermeiros), SINDIFISCO (servidores da Sefin), SINJUR (servidores do Poder Judiciário) e SINTRAER (servidores do Poder Executivo).

De acordo com os presidentes e diretores dos sindicatos, as categorias estão muito insatisfeitas com o tratamento que vêm recebendo do Governo, e revoltadas com a defasagem salarial e a falta de respostas às respectivas pautas de reivindicações.

O presidente do SINTERO, Manoel Rodrigues da Silva, disse que na educação a revolta maior é porque o governador Confúcio Moura não cumpre suas promessas e seus compromissos firmados com os servidores. “Ainda na greve de 2013 o governo assinou documento se comprometendo a conceder reajuste de 6% em janeiro de 2015, mas não cumpriu, alegando impossibilidade pela Lei de Responsabilidade Fiscal”, destacou.

 

Texto: Extra de Rondônia

Foto: Extra de Rondônia

sicoob credisul
vacina 728×90

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO