covid19 – 728×90-2

cha 2Presente

60 milhões de reais é quanto o governo brasileiro (leia-se Dilma/PT) vai gastar com a reforma de uma termoelétrica de Porto Velho. Após reforma-la e transformá-la para que a termo Rio Madeira use gás natural como combustível, ela será doada ao governo boliviano do ditador Evo Morales. Mais um presentinho para o camarada de esquerda cujo custo vai ficar espertado na costa de todos os brasileiros. Confesso que não sei por que o Congresso Brasileiro nada faz para acabar com essa sangria desatada no patrimônio do país.

Termoelétrica

Por falar em termoelétrica há rumores de que um grande empresário vilhenense planeja construir em Vilhena uma usina termoelétrica. O combustível utilizado seria o pinus (pinheiro) que, aliás, ele tem de sobra.

Incentivo

Uma lei de 2005 faculta aos frigoríficos de Rondônia um enorme incentivo tributário. Calcula-se que só o Friboi do Grupo JBS maior exportador de carne brasileiro, deixa de recolher mais de 100 milhões de reais ao ano aos cofres do Estado. Ai o produtor de grãos, cuja lei ampara o transporte livre de pesagem entre a lavoura e o armazenamento é multado e se quiser se livrar do ferro tem que gastar com advogado para garantir seu direito.

Petróleo

A fatura da roubalheira na Petrobrás já chegou e veio salgada. O desemprego bateu recordes em todas as capitais brasileiras e, feito maremoto, está chegando em todo o país. Quem mais sofre com isso são os mais pobres, os menos instruídos, justamente estes que o governo federal de plantão tem como bandeira e diz proteger.

Aumento

E como desgraça não vem sozinha, junto com o desemprego veio o aumento em praticamente tudo, até nos produtos da cesta básica, aqueles que os pobres mais necessitam. Mas os “supérfluos” também estão com os preços nas nuvens. Em véspera de páscoa experimente comparar os preços de dos ovos de chocolate e do bacalhau. Em suma, se conseguirmos atravessar o ano parados, é de comemorar. Porque fica o consolo de que, quem está parado pelo menos não está andando pra trás.

Armados

Em coluna anterior havíamos avisado de que pistoleiros a soldo de interessados na Fazenda Duarte faziam a segurança do local armados até os dentes. O que se comprovou com a prisão de dois deles pela polícia no fim de semana. Os sem terra que haviam sido retirados da área continuam por lá e também tem gente armada. Há um grande interesse de gente graúda pela área bastante valorizada.

 

Texto: Vitor Paniágua

Foto: Ilustrativa

 

sicoob credisul
covid19 – 728×90-1

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO