Vivaldo Carneiro, secretário municipal de saúde
Vivaldo Carneiro, secretário municipal de saúde

O secretário municipal de Saúde, Vivaldo Carneiro, anunciou na manhã desta quarta-feira, 29, a perspectiva de implantação de mais seis cursos de especialização médica na cidade. “A possibilidade é concreta, tendo em vista que o Ministério da Saúde está investindo em ações deste gênero, e o bom início das residências instaladas no mês passado avaliza nossa pretensão”, declarou. O encaminhamento das propostas junto aos ministérios da Saúde e Educação acontecerá em meados de junho.

A ação tem como principal ponto de sustentação o Hospital Sírio-Libanês, de São Paulo, que é referência internacional no setor de saúde do Brasil. “O suporte técnico proporcionado por uma instituição desta envergadura é o principal indicador do nível dos cursos que estamos oferecendo e dos que pretendemos implantar”, pontua Carneiro.

Segundo o secretário, a meta é inserir no sistema residência nas áreas de Clinica Médica, Ortopedia e Traumatologia, Ginecologia e Obstetrícia, Terapia Intensiva (UTI), Pediatria, além de Clínica Geral. “Se tudo tramitar de forma normal teremos condições de abrir estas vagas para os acadêmicos de medicina de todo o país que se formarem no final deste ano, iniciando as residências a partir de fevereiro de 2.016”, explicou o secretário. Serão no mínimo doze vagas a serem ofertadas, porém o número pode ultrapassar duas dezenas.

O acompanhamento dos processos ficará a cargo da assessora Adriana Carvalho Coutinho e do médico Jânio Marques, que são os coordenadores principais das residências médicas oferecidas pelo sistema municipal de saúde. No ano passado, os dois profissionais participaram de curso de qualificação no Sírio-Libanês ao longo de seis meses, e já começaram a segunda etapa do treinamento, a qual terá o dobro de carga horária. “Através deles os médicos que trabalham com os residentes são preparados para a tarefa” destacou Vivaldo.

Atualmente o Município mantém residência médica em Saúde da Família e Multiprofissional. Ao todo estão participando dos cursos 26 médicos-estudantes, oriundos de Porto Velho, Manaus, Guajará-Mirim e do Estado do Paraná. No entanto, na verdade existem 28 vagas disponíveis, porém houve duas desistências. Os profissionais em treinamento na residência Multiprofissional possuem formação em nível Superior nas categorias de Enfermagem, Fisioterapia, Farmácia, Assistência Social e Psicologia. As aulas práticas acontecem no Hospital Regional e no Posto de Saúde do Setor 19.

As residências médicas tem duração de dois anos. “Isso corresponde a dizer que este ano o sistema de saúde do Município recebeu reforço de mais 26 médicos, e apenas com as residências em andamento para 2.016 serão mais 28 profissionais. Se nosso pleito for atendido pelos ministérios poderemos somar ao quadro profissional da SEMUSA, apenas de um ano para o outro, cerca de 70 médicos atendendo a população. Tal ação é prioridade para o prefeito Zé Rover, e mais uma clara demonstração do avanço de nosso sistema de saúde, além do prestígio do Município junto ao governo federal”, finalizou Vivaldo Carneiro.

Texto: Extra de Rondônia

Foto: Extra de Rondônia

sicoob credisul
vacina 728×90

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO