aviao azulO presidente da Assembleia Legislativa, Maurão de Carvalho (PP) se reuni na tarde desta segunda-feira, 8, com o procurador geral de Justiça, Airton Pedro Marin Filho, para interceder pela viação Azul, que mantém voos diários para Ji-Paraná, Cacoal e Vilhena. A reunião aconteceu no Ministério Público do Estado, na capital.

A Azul comprava querosene subsidiado em Rondônia para abastecer seus aviões, mas a isenção no ICMS foi cortada devido a uma Ação Direta de Inconstitucionalidade (Adin). A direção da empresa avisou que está operando no vermelho, por isso pode suspender os voos. Dois representantes da companhia também participaram da reunião.

A Azul oferece 106 vagas para Cacoal e 72 para Ji-Paraná e Vilhena. O deputado Maurão afirmou que pretende buscar uma solução para o problema, para não prejudicar as pessoas que precisam viajar para esses três municípios.

“Não podemos permitir que os voos sejam interrompidos devido à Adin. Diversos Estados oferecem às empresas aéreas a isenção do ICMS na aquisição do querosene. Isso pode ser feito novamente em Rondônia, como acontecia antes”, disse o presidente da Assembleia.

O eputado explicou que o incentivo fiscal para o querosene de aviação é oferecido em 15 Estados, incluindo o Amazonas, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul. “Precisamos manter a Azul operando em Ji-Paraná, Cacoal e Vilhena”, afirmou.

Autor: Assessoria

Foto: Divulgação

 

sicoob credisul
vacina 728×90

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO