covid – 768×90-2
Julinho fez questão de gravar vários vídeos de obras inacabadas de responsabilidade da prefeitura
Julinho fez questão de gravar vários vídeos de obras inacabadas de responsabilidade da prefeitura

O radialista Júlio César Silva, o popular Julinho da Rádio Positiva FM, visitou a redação do Extra de Rondônia na tarde desta sexta-feira, 26.

Aos jornalistas do site, o comunicador afirmou que foi ameaçado de morte. Ele acredita que as ameaças venham de gente que não está gostando de sua postura jornalística por denunciar supostas irregularidades na gestão do prefeito de Vilhena, Zé Rover (PP).

Julinho fez questão de gravar vários vídeos de obras inacabadas de responsabilidade da prefeitura. Segundo ele, as obras não acabam por falta de recursos, apesar das mesmas terem iniciado devido a um planejamento orçamentário.  “A situação da prefeitura está caótica, e o prefeito manifestou sua preocupação com a questão financeira do Município em recente reunião na ACIV com autoridades de segurança pública. Na realidade, a prefeitura investiu muito mais do que devia na Saúde, porém, inexplicavelmente, o setor passa por dificuldades. O cúmulo é que até papel higiênico falta nos postos de saúde do Município. E tudo isto é comprovado por relatório dos servidores municipais de saúde que foi apresentado ao Ministério Público”, declarou.

A última denúncia apresentada pelo radialista é de uma Unidade Básica de Saúde, no Setor 13, quase concluída. Julinho afirmou que o responsável pela construção não quer entregar a obra porque a prefeitura não lhe pagou. Ele fez um vídeo e compartilhou nas redes sociais (VEJA ABAIXO). “A obra está pronta há seis meses, e o que seria para beneficiar famílias está sem uso. Eu só queria fazer uma pergunta ao nosso prefeito: cadê o dinheiro da Saúde? Sabemos que Vilhena tem a segunda maior arrecadação de Rondônia, então, cadê o dinheiro?”, questionou.

Julinho afirmou que não vai desistir de cumprir seu papel jornalístico, levando a conhecimento público irregularidades na administração municipal que estão prejudicando à população. “Fui ameaçado, mas não vou me acovardar. Afinal de contas, estou satisfeito porque estou fazendo a minha parte, abrindo o olho da comunidade sobre o que está acontecendo com a falta de seriedade com os recursos públicos em Vilhena”, finalizou.

Texto: Extra de Rondônia

Foto: Extra de Rondônia

Vídeo: Julinho da Rádio

covid – 768×90-1

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO