Soraia recebeu dinheiro público irregular de 2009 a 2011
Soraia recebeu dinheiro público irregular de 2009 a 2011

A ex-primeira-dama de Colorado do Oeste, Soraia Alves Ferreira Pereira, terá que devolver aos cofres públicos o valor de R$ R$ 84.748,82, por acumulação ilegal de cargos públicos.

A decisão é do Tribunal de Contas do Estado de Rondônia (TCE/RO) ao constatar que Soraia recebeu dinheiro público irregularmente no período de junho de 2009 a fevereiro de 2011, época em que seu esposo, Anedino Pereira, era prefeito de Colorado.

Conforme o TCE, Soraia acumulou o vencimento do cargo efetivo de Bioquímica ao subsídio de Secretária Municipal de Trabalho e Assistência Social, descumprindo às disposições do art. 37, caput e inciso XVI, c/c art. 39, § 4°, ambos da Constituição Federal.

Na sua decisão, o TCE/RO determinou imputar débito no valor de R$ 40.012,47, que atualizado monetariamente e acrescido dos juros de mora a partir de fevereiro de 2011 a outubro de 2015, totaliza R$ 84.748,82.

Ainda, a ex-primeira-dama foi multada em 5% sobre o valor atualizado do dano ao erário, perfazendo a quantia de R$ 2.716,31. Ela tem 15 dias para que proceda ao recolhimento à conta do Fundo de Desenvolvimento Institucional do Tribunal de Contas – FDI.

A decisão foi publicada no Diário Oficial do TCE desta terça-feira, 19.

 

Texto: Extra de Rondônia

Foto: Divulgação

sicoob credisul
vacina 728×90

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO