Queimada 728×90

 

Na tarde desta terça-feira, 30, a reportagem do Extra de Rondônia, foi solicitada por moradores da Avenida primeiro de maio, no centro de Vilhena, onde pela segunda vez estão reclamando da falta de atitude do prefeito e do secretário de obras em resolver um problema que no caso é simples, mas a cada chuva está se tornando um pesadelo para os moradores.

No começo deste mês, a reportagem foi chamada no local citado, pois um morador havia caído na cratera com seu veículo e teve diversos prejuízos. A vítima tirou fotos e gravou vídeos que foram divulgados, clique AQUI e relembre.

Porém, após ter passado 22 dias, a situação está cada vez mais caótica, pois a cada chuva o buraco aumenta. Na tarde de terça-feira, 30, a Semosp mandou para o local uma máquina e uma caçamba carregada com entulho para tapar a cratera.

Entretanto, os moradores não permitiram que os servidores descarregassem o aterro, pois segundo eles, por diversas vezes foi feito esse tipo de paliativo e as águas das chuvas levaram tudo para o leito do rio Pires de Sá.

Os moradores contam que a solução é simples, basta que o secretário ou o próprio prefeito tenha interesse em resolver. De acordo com moradores, bastam 15 manilhas colocadas na transversal da avenida, interligando uma galeria pluvial, onde os próprios moradores compraram as manilhas e a Semosp providenciou a colocação. Mas isto em outra gestão.

Contudo, segundo os moradores, as autoridades responsáveis adiantaram que não tem dinheiro para comprar as manilhas. Enquanto isso, os munícipes continuam sem poder trafegar pela rua, a cratera aumenta a cada chuva e os impostos irão chegar no começo do ano para o contribuinte.

Texto: Extra de Rondônia

Fotos: Extra de Rondônia

 

 

saude 468×60

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO