Queimada 728×90

 

Foto: Extra de Rondônia

O Ministério Público de Colorado, juntamente com a Polícia Militar do Estado de Rondônia convida a população para participar de uma audiência pública, que ocorrerá na terça-feira, 16, no auditório da Promotoria de Justiça, com a finalidade de apresentar o projeto de expansão do sistema de vídeo-monitoramento do referido município, em 100%.

Atualmente o município conta com cinco câmeras de vídeo-monitoramento instaladas nos cruzamentos das principais ruas e avenidas, sendo três delas adquiridas no ano de 2015, através de uma parceria entre a Polícia Militar do Estado e a Associação Comercial e Industrial de Colorado (ACIC), com o apoio do Banco Sicoob.

Já em 2017, com um investimento financeiro da Vara do Trabalho, foram instaladas mais duas, que através de sinal via rádio, transmitem imagens em tempo real para a sala de monitoramento instalada no quartel da Polícia Militar.

Porém, com o sucesso do projeto, que auxiliou na diminuição da criminalidade e com o aumento das necessidades do município, a promotoria, juntamente com a PM lançou a segunda fase deste, que visa a instalação de mais cinco câmeras em pontos importantes, como saídas da cidade, que não foram alçados na primeira etapa.

Com um orçamento total de R$ 173.364,80, incluindo a readequação e instalação de uma torre de comando que suporte as dez câmeras ou mais, caso sejam necessárias futuramente, instalação da fibra ótica, aquisição de equipamentos e custo de manutenção, o projeto visa o monitoramento das saídas para Vilhena, Cerejeiras e Corumbiara, assim como, os cruzamentos das avenidas Marechal Rondon com a coma Rua Juruá e Paulo de Assis Ribeiro com a Rua Tupi.

Na audiência pública serão coletadas assinaturas através de abaixo assinado visando a disponibilização de verba para a implantação da segunda fase do projeto, no entanto, caso o recurso não se suficiente para a expansão do sistema, conforme planejado, a realização do mesmo se dará por etapas até sua conclusão total.

saude 468×60

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO