Deocleciano Ferreira Filho / Foto: Divulgação

O empresário Deocleciano Ferreira Filho, que administrou o município de Corumbiara no período de 2013 a 2016, tenta retornar ao poder participando da disputa eleitoral deste ano.

Semana passada, ele confirmou sua pré-candidatura a prefeito e apresentou seu pré-candidato a vice, o agricultor Chico Orlando.

Seu nome foi lançado em reunião com membros do Partido Verde (PV) e apoiado por simpatizantes sob a argumentação de Deocleciano ser “um empreendedor de sucesso e ter experiência e ‘qualidade’ na administração pública, o que ajudará para que Corumbiara se torne o município mais bem gerido da região”.

Contudo, seu histórico administrativo durante passagem pela prefeitura não revela essas qualidades do ex-mandatário municipal.

Logo no início do seu mandato, o Tribunal Regional Eleitoral de Rondônia (TRE/RO) acionou a Polícia Federal (PF) para dar continuidade às investigações que teve como alvo acusações contra Decleciano. Ele foi acusado de montar um “esquema” de compra de votos para vencer a eleição de 2012 (leia mais AQUI).

Em maio de 2015, foi acusado de mandar agredir o empresário Claudinei Marcon, dentro da Câmara Municipal, por ser oposição a sua gestão (leia mais AQUI).

Já em fevereiro de 2016, a Justiça determinou o afastamento do cargo de Deocleciano, acusado de pratica de improbidade administrativa, por empregar parentes em cargos comissionados, o que caracteriza nepotismo (leia mais AQUI).

 

sicoob credisul
vacina 728×90

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO