Deusirene Souza Rodrigues/Izabel Cristina/enfermeira e técnica/Foto: Extra de Rondônia

“No entendimento desse Relator, com o foco no objeto da Denúncia de desagravo público, a profissional de enfermagem, sofreu injurias tanto no momento do atendimento ao cidadão, como posteriormente pelos internautas que acessaram o vídeo postado pelo cidadão”.

O trecho é parte do relatório do Conselho Regional de Enfermagem de Rondônia (Coren) em relação ao fato ocorrido em agosto 2019, quando a enfermeira

Deusirene Souza Rodrigues foi acusada pelo pecuarista Ailton Nascimento de Oliveira, de 56 anos, de ter se recusado a ministrar uma injeção num parente dele que seria esquizofrênico.

O pecuarista espalhou um vídeo com imagens do suposto mal atendimento, gerando uma série de críticas contra a profissional de saúde.

Após o fato, a enfermeira rebateu as acusações em entrevista ao Extra de Rondônia (leia mais AQUI).

De acordo com o Gilberto Souza Rodrigues, relator do caso, a enfermeira foi vítima de injúria por parte do pecuarista e por internautas, já que as imagens foram publicadas nas redes sociais.

“Injurias essa que veio a refletir em seu estado psicológico segundo a mesma, pois onde vai é olhada com desdém pelas pessoas que a conhece e não teve o real conhecimento dos fatos, apenas o que o cidadão diz no vídeo”, destaca o relatório.

Em função disso, o Coren programou realizar desagravo público em Cerejeiras, uma cerimônia de defesa à profissional de saúde, mas a solenidade não foi possível devido à pandemia.

“O Parecer do Coren mostra que minha conduta esteve correta o tempo todo. Após isso deveria haver a audiência em Cerejeiras para o conselho mostrar à população que eu estava correta, porém por conta da Pandemia não foi possível”, disse Rodrigues ao site.

>>> LEIA, ABAIXO, O PARECER NA ÍNTEGRA DO COREN:

PARECER COREN

 

 

sicoob credisul
vacina 728×90

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO