Estamos em guerra 728×90

 

Fotos: Divulgação

Em Vilhena, a Escola Municipal de Ensino Fundamental Marizeti Mendes de Oliveira mais uma vez supera a expectativa do Ministério da Educação (MEC) atingindo a meta do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB) de 2019, estabelecida com a média 6,7 pontos.

A nota da Escola Marizeti Mendes foi 7,0 – superando até mesmo a média estipulada para 2021 que está prevista para 6,9.

IDEB foi criado em 2007 pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), formulado para medir a qualidade do aprendizado nacional e estabelecer metas para a melhoria do ensino.

O índice funciona como um indicador nacional que possibilita o monitoramento da qualidade da educação pela população por meio de dados concretos, com o qual a sociedade pode se mobilizar em busca de melhorias. Para tanto, o IDEB é calculado a partir de dois componentes: a taxa de rendimento escolar (aprovação) e as médias de desempenho nos exames aplicados pelo Inep. Os índices de aprovação são obtidos a partir do Censo Escolar, realizado anualmente.

A equipe gestora da escola Marizeti Mendes de Oliveira, coordenada pela diretora Fátima Azevedo, atribui o desempenho da escola como reflexo das ações desenvolvidas pela Prefeitura do Município de Vilhena através da Secretaria Municipal de Educação, em conjunto com todos os servidores lotados na escola, uma vez que na escola todos os servidores buscam trabalhar diariamente com uma visão de educação pública e de qualidade para todos.

Os professores e técnicos lotados na escola pertencem ao quadro de servidores do Estado de Rondônia os quais foram cedidos ao município por um “Termo de Cooperação Técnica”.

Alguns dos professores lotados nesta escola atuam na mesma há mais dez anos e tem orgulho em dizer que nestes anos todos o IDEB superou as expectativas foi sempre maior do que o previsto pelo MEC. “São frutos colhidos do trabalho feito com muita responsabilidade, competência e dedicação!  Tendo como grande aliado às famílias dos nossos alunos, os quais são presentes na escola, comparecem sempre que chamados e participam ativamente de todos os projetos propostos pela escola”, pontuou a diretora.

A escola conta com uma grade curricular de disciplinas aprovada pelo Conselho Municipal de Educação e a mesma encontra-se alinhada a BNCC, mas além das disciplinas previstas nesta grade em 2019 a escola ainda ofereceu como atividade extracurricular aulas de violão, aulas de canto e aulas de capoeira no contra turno do aluno.

Foi oferecido ainda em 2019 aulas semanais na sala de leitura, pois os profissionais da escola acreditam que todo o amadurecimento da criança passa pelo seu desenvolvimento na leitura. “Desenvolver o hábito e gosto pela leitura desde cedo em nossos alunos é prioridade, assim sendo até mesmo a supervisão, orientação e demais técnicos da escola participam deste movimento de incentivar o hábito da leitura”.

A coordenadora do Atendimento Educacional Especializado (AEE) da escola professora Adriana em 2019, contribuiu com as turmas fazendo periodicamente sessões de leituras individuais para diagnosticar o avanço de cada aluno.

“Enfim, sendo uma escola de vanguarda na educação dos anos iniciais, foram inúmeras ações e projetos desenvolvidos tendo como foco o desenvolvimento emocional e intelectual dos seus alunos e sendo o IDEB o índice oficial que mostra a qualidade na Educação”, finalizou ela.

>>>>>>>>>>Clique na imagem para ampliar>>>>>>>>>>>

Estamos em guerra 468×60

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO