Fato aconteceu na noite de segunda-feira / Foto: Divulgação

O dono de uma clínica de recuperação para dependentes químicos e um monitor foram presos acusados de espancamento a pacientes na noite de segunda-feira 05, no bairro Nova Esperança, zona Norte de Porto Velho. Os internos denunciaram que sofriam tortura.

De acordo com informações do boletim de ocorrência, um dos pacientes de 24 anos teria sido agredido a pauladas e com uma corrente após ingerir um litro de álcool da enfermaria.

Ele foi trancado na sequência em uma sala conhecida como castigo, que  não tem móveis e nem energia. Todavia, o rapaz conseguiu fugir pelo telhado e pediu ajuda de vizinhos.

A Polícia Militar foi chamada e no local outro paciente de 19 anos contou que também havia sido agredido, relatando que as agressões eram constantes no local. Vizinhos contaram para a polícia que já estavam se unindo e nos próximos dias iam denunciar a clínica, pois com frequência ouviam gritos de pedidos de socorro dos internos.

O caso foi levado para a Central de Flagrantes. Um pedaço de madeira e uma corrente usados nas agressões foram apreendidos pela polícia.

sicoob credisul
vacina 728×90

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO