Empresa do Pará apresentou proposta de R$ 2,1 milhões / Foto: Divulgação

A Comissão de Licitações da Prefeitura de Vilhena realizou, na manhã desta segunda-feira, 30, a abertura das propostas do certame licitatório para definir a empresa que será responsável pelas obras de pavimentação asfáltica em diversas ruas e avenidas nos bairros Jardim GreenVille, Cristo Rei, Jardim Primavera, Alto Alegre e Nova Esperança.

A proposta habilitada como mais vantajosa, com valor final de R$ 2,196 milhões, foi da Terra Luz Construções e Serviços da cidade, de Belém, no Pará.

A licitação foi transmitida ao vivo na internet pela Prefeitura de Vilhena, dando transparência no processo licitatório. A empresa vencedora, realizará o trabalho em todos os bairros, além da pavimentação asfáltica, também será feito a drenagem pluvial, sinalização viária e construção de calçadas.

Entre as empresas concorrentes, a LCM Construção e Comércio havia apresentado a proposta de R$ 2.406.166,91, já a Terra Luz Construções e Serviços, venceu a licitação com proposta de R$ 2.196.136,26.

Ao todo, serão mais de 2,2 km de obras e a Prefeitura conseguiu realizar o processo com a economia de pouco mais de R$ 300 mil, já que o valor destinado era de R$ 2.497.570,29. O recurso foi obtido através de emendas de três parlamentares: os ex-deputados federais Luiz Cláudio e Marinha Raupp e do atual senador Acir Gurgacz.

Eduardo Japonês, prefeito de Vilhena, destaca que neste ano, Vilhena está dando um grande salto nos projetos de pavimentação. “O que estamos fazendo é algo que Vilhena nunca viu nos últimos 20 anos. Vilhena será uma das cidades com o maior número de obras de pavimentação em andamento no estado de Rondônia”, destaca Eduardo.

>> Veja todas as ruas, avenidas e travessas contempladas no projeto na imagem em anexo.

 

 

sicoob credisul

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO