Prefeito Aldo Júlio (MDB) / Foto: Divulgação

Chegando próximo a completar o primeiro ano do mandato, o prefeito Aldo Júlio (MDB), de Rolim de Moura, foi entrevistado pelo Extra de Rondônia, ocasião em que faz um balanço da gestão.

Ele elenca as principais ações, fala dos desafios que enfrentou na administração, frisando seu conhecimento da situação do Município devido ao fato de ter sido vereador na cidade e comenta a relação entre as instituições locais.

Aldo também aborda questões como a pandemia, projetos futuros, a forma como se relaciona com as bancadas estadual e federal, assim como dá a sua versão acerca da recente polêmica envolvendo a secretária municipal de Saúde.

EXTRA DE RONDÔNIA – Passados oito meses de seu mandato à frente do Município, qual o balanço que faz da gestão?

ALDO JÚLIO – Apesar das dificuldades do período pandêmico, nossa população pode observar que estamos avançando. Concluímos algumas obras de infraestrutura (Várias galerias para melhorar a vasão d’água no perímetro urbano e demos ordem de serviço para iniciar o Espaço Alternativo (Feira do Bairro Centenário) e estamos com muitas obras em andamento).

EXTRA – Em que condições o senhor recebeu a administração municipal e quais foram os principais desafios deste início de mandato?

ALDO – Eu não sou de ficar reclamando, pois eu acompanhava a situação como vereador. Estamos na fase de organizar as coisas. Eu tinha muita divergência com a gestão do ex-prefeito, mas estamos economizando e tratando dos recursos público com muita responsabilidade e trabalhamos para fazer uma gestão eficiente para nosso povo.

EXTRA – O que o senhor já conseguiu em termos de investimentos para Rolim de Moura durante sua gestão?

ALDO – Reconheço que a gestão anterior deixou alguns projetos em andamento e competiu a nós a execução. Mas nós trabalhamos em parceria com a sociedade civil organizada e os órgãos governamentais. Nossas vicinais estão impecáveis, limpas e encascalhadas, pois entendo que o agricultor é nosso maior patrimônio. Recuperamos muitas pontes na zona rural, instalamos manilhas, tubos armcos e tubos corrugados. Temos oferecido curso de qualificação e muita assistência técnica, por meio da nossa equipe da secretaria de agricultura. Colocamos a Unidade de Pronto Atendimento para funcionar com pouco mais de 03 meses, pois queremos melhorar o atendimento oferecido a nossa população. A UPA estava parada há anos e corremos atrás e hoje é realidade.  Fizemos a operação “tapa buraco”, estamos reformando duas UBS, ampliando a cozinha do hospital municipal, já iniciamos e concluímos uma ponte de concreto armado no centro da cidade, e estamos concluindo uma que se iniciou em 2017 e ligará os Bairros Jardim Tropical, Beira Rio e Centro. O estádio municipal está recebendo iluminação em LED e temos muitas ações acontecendo.

EXTRA – Como é sua relação com o Poder Legislativo do Município?

ALDO – A melhor possível. Faço questão de citar nossos vereadores em todas as solenidades. São parceiros. Assim como eu, querem ver a nossa cidade avançar. Estão fazendo muito bem o papel de fiscalizar e isso não é problema, aliás, temos mais 09 pessoas ajudando a cuidar do município, apontar os possíveis erros e nos ajudar a encontrar solução. E a câmara tem aprovado os projetos importantes para o nosso município. De fato, a relação é harmônica, de muito respeito e pretendemos trabalhar juntos pelo crescimento da nossa cidade até o final do mandato.

EXTRA – Como está sendo a experiência de administrar em pleno período de pandemia, e quais são os desafios para o retorno à normalidade na rede municipal após quase dois anos sem aulas?

ALDO – É uma situação nova fazer a gestão da pandemia. No pico da pandemia, teve dia que nossa equipe teve que sair de madrugada e ir a Cacoal buscar oxigênio para não comprometer a vida das pessoas. Com relação às aulas, iniciamos o retorno presencial na rede municipal de forma gradativa com algumas turmas, mas muito bem planejado por nossa equipe da SEMEC, com todos os protocolos. Nossos servidores da educação todos receberam as duas doses da vacina e espero que possamos vencer a covid-19 para tudo voltar à normalidade o mais breve. A equipe da Semec optou por manter a forma hibrida e o pai, mãe ou responsável que entende que não é hora do filho voltar para sala de aula, não há prejuízo, pois a aula também é oferecida de forma remota.

Prefeito acompanha abras da operação “Tapa-Buraco” no município / Foto: Divulgação

EXTRA – Quais são as metas que o senhor traçou para o mandato e que legado pretende deixar com sua administração?

ALDO – Nossa meta é avançar Rolim de Moura. É cuidar de gente, e isso procuramos fazer. Pretendemos fazer investimentos em infraestrutura, com o objetivo de atrair investidores e empresas para que tenhamos geração de emprego e fortalecimento da economia. Somos bem localizados geograficamente e planejamos ser uma cidade com muito urbanismo e embelezada, inclusive nossa secretaria de planejamento tem buscado as coisas boas de Maringá (PR), pois pesquisamos e descobrimos que é a cidade que possui o melhor plano diretor do país. Nós pretendemos avançar, mas de forma organizada pensando as gerações futuras.

EXTRA – Como o senhor acha que as eleições do ano que vêm terão interferência na gestão dos Municípios?

ALDO – É cedo para avaliar. Eu acho que Bolsonaro tem procurado acertar e tem enfrentado muitas barreiras, mas eu torço pelo nosso presidente e ele também teve que administrar durante uma pandemia e creio que isso pode ter atrapalhado alguns planos, mas entendo que nosso país está em boas mãos.

EXTRA – Como é sua relação com a bancada federal e quais são os parlamentares que o apoiam em Brasília?

ALDO –  A relação é de muita cordialidade e vamos de gabinete a gabinete, pois representamos a 6.º maior cidade de Rondônia. Aqui recebemos recursos do Expedito Netto, um grande aliado. Contamos com ajuda da Jaqueline Cassol, do Mosquini. Recentemente tivemos a oportunidade de receber o senador Acir Gurgacz aqui na nossa cidade. O senador Marcos Rogério alocou para nosso hospital municipal. O Confúcio é do nosso partido (MDB) e tem contribuído na área de educação. A deputada Silvia Cristina e o Deputado Léo Moraes têm sido parceiros, inclusive o deputado Crisóstomo, que é da capital, também nos ajudou. Então, minha observação quanto a nossos representantes em Brasília é de gratidão. Temos uma equipe muito eficiente no nosso setor de convênios e estamos sempre em busca de mais recursos do governo federal, pois há muito a se fazer no nosso município, principalmente pavimentação asfáltica que é maior desejo da nossa população. Na assembleia legislativa, o deputado Jean de Oliveira tem sido um grande parceiro e nos auxiliado em busca das nossas demandas.

EXTRA – O que o senhor tem a dizer a respeito das denúncias recentes que caíram sobre sua secretária municipal de Saúde?

ALDO – Eu acho denúncia anônima coisa de gente covarde, que às vezes quer abalar uma gestão. De qualquer forma, como houve a denúncia, nós não podemos fechar os olhos. A sindicância foi instaurada e estamos apurando. A câmara também está fazendo o seu papel, ouvindo a todos e se as coisas estiverem em desacordo com nosso projeto, tomaremos as providências que foram necessárias.

EXTRA – Qual seria sua mensagem para a população de Rolim de Moura neste momento de seu mandato?

ALDO – Agradeço a este veiculo a oportunidade de falar sobre nosso município, pois militei na imprensa e sei da importância do trabalho dos veículos de comunicação. A nossa mensagem é de uma gestão que está comprometida com o avanço de Rolim de Moura. Trabalhamos média de 16 a 18 horas por dia pensando em arrumar nossa cidade, com apoio de parlamentares, da câmara de vereadores a quem faço questão de agradecer pelo alinhamento com os projetos importantes para nossa cidade. Reafirmo o compromisso de buscar tudo que estiver ao alcance da nossa gestão para que nossa gente possa ter dias melhores. Eu sempre digo que político tem que gostar de gente. Eu tenho amor por nossa cidade e por nosso povo e quero demonstrar isso com muito trabalho.

 

sicoob credisul

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO