dengue 728×90 – 2
Poderes Legislativo e Executivo iniciam “queda de braço”
Poderes Legislativo e Executivo iniciam “queda de braço”

O prefeito de Vilhena, Zé Rover, explicou as razões que o levaram a vetar o Projeto de Lei n° 4241/2014, onde o Legislativo propõe a substituição de todas as lâmpadas na iluminação pública por lâmpadas de LED, alegando a economia que estas gerariam na iluminação pública.

Rover destacou que ao aprovar a Lei, a Câmara passaria a criar despesas para o município, o que é competência exclusiva do Executivo. “O Executivo não pode acatar esta sugestão, primeiramente, por se tratar de um ato inconstitucional”, informou.

Além disso, o prefeito pediu um estudo de viabilidade econômica e constatou que o serviço sairia entorno de R$ 10 milhões. “É um recurso alto do qual não dispomos em nosso PPA”, alegou, ao lembrar que se a Câmara de Vereadores tinha essa intenção, deveria ter participado da Audiência Pública onde é discutida a elaboração do PPA e feita a proposta para a destinação de recurso na ocasião.

O prefeito lembrou ainda que o município tem hoje uma dívida acumulativa de mais de 20 anos com a Eletrobrás, somando um montante que ultrapassa  R$ 50 milhões. “É uma dívida que já existia quando assumimos há cinco anos. Estamos fazendo o possível para contornar, mas mesmo assim é muito tempo de inadimplência junto ao órgão e não conseguimos pagar a dívida de uma vida em uma gestão. Não justifica fazermos um alto investimento no setor se temos uma conta tão alta para acertar com a Eletrobrás”, argumentou.

>>> LEIA MAIS A RESPEITO DO ASSUNTO NO LINK ABAIXO:

http://www.extraderondonia.com.br/2014/03/18/convidado-por-vereador-especialista-diz-que-led-e-o-caminho-da-iluminacao-publica/

 

 

Texto: Assessoria

Foto: Esteban Vera

dengue 728×90

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO