Delegado da Polícia Federal, Flori Cordeiro Miranda Junior, pediu a prisão de acusados na operação “Stigma”
Delegado da Polícia Federal, Flori Cordeiro Miranda Junior, pediu a prisão de acusados na operação “Stigma”

O microempresário Antônio José de Oliveira Junior, o “Junior Pintor”, disse na semana passada que está pesquisando custo de confecção de estátuas em homenagem ao delegado da Polícia Federal, Flori Cordeiro Miranda Junior e ao procurador federal Daniel Azevedo Lobo, pontas de lança da já famosa “Operação Stigma”.

“Estas autoridades instalaram uma nova era em Vilhena, e merecem ser eternizados”, afirmou. Ele garante que a proposta é séria, e que faz questão de bancar o custo.

Vice-presidente do PSDB vilhenense, Pintor afirma que o ato é individual e não partidário. “Faço isso para manifestar minha cidadania e respeito a ordem constituída, algo que este delegado e este promotor vieram restituir em nossa cidade”, explica.

Em seu ponto de vista as estátuas devem ser colocadas em local para visitação pública, com placas explicativas a respeito do feito de seus “heróis”.

A revelação foi feita na semana passada, ocasião em que Junior manifestou-se também sobre os dizeres do advogado Reginaldo Ribeiro de Jesus acerca da participação dele na Operação Stigma.

Junior foi arrolado pelo MPF como testemunha após ter confirmado em depoimento ter conhecimento de supostas ameaças de acusados no inquérito contra testemunhas. Baseado também na manifestação do tucano a justiça expediu mandados de prisão preventiva contra várias pessoas.

 

Fonte: Extra de Rondônia

Foto: Arquivo

sicoob credisul
vacina 728×90

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO