Em contato via telefone na manhã desta quinta-feira, 26, com o presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), Rogério Sidinei Golfetto (Podemos), que apura a falta de decoro parlamentar do vereador reeleito Antônio Marco de Albuquerque (PHS), popular (Marcos Cabeludo), confirmou que o relatório foi finalizado.

De acordo com o presidente da comissão, o relatório final tem 29 páginas e 1.800 no total do processo. Foram ouvidas dezenas de testemunhas a favor e contra e anexados diversos documentos ao relatório.

Golfetto confirmou a reportagem que o relatório final foi concluído e que aguarda apenas que o presidente da Câmara Adilson de Oliveira (PSDB), marque a sessão extraordinária para a leitura e votação, que deve acontecer na próxima semana.

Vale ressaltar, que o vereador em questão está proibido de se aproximar da Câmara. Com isso, foi pedido ao magistrado autorização para que o acusado possa acompanhar a sessão no plenário da casa. Porém, até o momento a comissão não recebeu resposta.

Marcos Cabeludo enfrenta CPI semelhante que seus colegas Junior Donadon (PSD), Carmozino Alves (PSDC) e Vanderlei Amauri Graebin (PSC), todos acusados e cassados por envolvimento em esquema de corrupção através da extorsão de empresários do ramo imobiliário.

Apesar de estar afastado de suas funções parlamentares, Cabeludo continua recebendo seus vencimentos em dia.

Texto e foto: Extra de Rondônia

 

 

 

sicoob credisul
vacina 728×90

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO