Queimada 728×90

 

Alex Silva / Foto: Divulgação

Após a publicação ofendendo a população cristã em seu perfil pessoal na rede social Facebook, o assessor Samuel Costa indicado pelo pastor da igreja Universal do Reino de Deus e então deputado estadual Alex Silva (PRB) foi exonerado do cargo.

Na postagem, o assessor utiliza a foto onde o presidente Jair Bolsonaro faz o famigerado sinal de arma durante a “Marcha para Jesus”, em uma montagem da crucificação de Cristo. Com a repercussão do ato, populares se mobilizaram e organizaram uma petição pública pedindo sua saída da casa de leis.

Diante do ocorrido, o deputado estadual Alex Silva emitiu uma nota de esclarecimento. Confira.

Eu, Deputado Estadual Alex Silva do PRB, declaro a quem possa interessar, que repúdio qualquer tipo de comentário da parte de quem quer que seja, que tenha cunho ofensivo ou que venha vilipendiar qualquer religião, em especial a fé cristã e a imagem de Jesus Cristo, bem como, não associo meu nome ou respondo por pessoas que não possuem reverência ao cristianismo.  Considero inapropriado atitudes como as que mencionei, tendo em vista que atitudes desrespeitosas a religião, não agregam valor e não edificam nossa sociedade. 

Montagem divulgada nas redes / Foto: Rede Social
segurança – 468×60

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO