Estamos em guerra 728×90

 

O motorista foi morto a tiros em discussão por vaga na fila/Fotos: Extra de Rondônia

Everaldo de Melo Souza, de 41 anos, foi morto a tiros na manhã deste sábado, 29, por volta das 07h00, quando estava estacionado numa fila em frente a um armazém para carregar a carreta Scania G 420 de cor branca, placa NQL-6111/Vilhena (leia AQUI).

De acordo com informações obtidas pela reportagem do Extra de Rondônia, o suspeito de matar o colega de profissão foi identificado como Antônio Assaide Fazolim, de 55 anos. Seu caminhão que está no local tem placas de Jaru.

Segundo testemunhas os motoristas se desentenderam por causa de quem havia chegado primeiro e colocado o nome na lista para carregar. Os ânimos se alteram e Antônio teria pegado uma pistola na cabine do caminhão e atirado contra Everaldo, que caiu agonizando. A vítima foi levada ao hospital municipal com vida, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

Logo após cometer o crime, Antônio fugiu tomando rumo ignorado. Porém, quando a reportagem estava em deslocamento para cabixi, deparou com um carro Fiat Uno no meio da vegetação as margens da rodovia que liga Colorado a Cabixi – o motorista teria perdido o controle de direção e saído da pista e abandonou o veículo.

Contudo, pelo fato do carro ter sido abandonado, provavelmente nesta manhã, pode ter sido usado pelo suspeito para fuga. Fato que a polícia deverá investigar.

Depois de passar por autopsia o corpo da vítima deverá ser transladado para Vilhena.

Estamos em guerra 468×60

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO