aftosa 728×90

 

Comandante apresentou principais demandas ao deputado / Foto: Divulgação

O presidente da Comissão de Finanças, Economia, Tributação e Orçamento e Organização Administrativa (CFETOOA) da Assembleia Legislativa, deputado Ezequiel Neiva (PTB), se reuniu com o comandante-geral da Polícia Militar, coronel Mauro Ronaldo Flores Correa, para debater os investimentos previstos para o Plano Plurianual (PPA) que deve ser votado no próximo dia 15.

Ezequiel Neiva é relator do PPA 2020/23, instrumento que define o conjunto das políticas públicas do governo para um período de quatro anos e os caminhos a serem trilhados para viabilizar as metas previstas.

O PPA define as políticas públicas do governo, com vistas na execução de programas, projetos, obras e outros investimentos planejados pelo Executivo. Também participaram da reunião o secretário de Planejamento e Orçamento da Assembleia, Rafael Figueiredo Martins Dias, e Lucas Cúrcio Vieira, consultor legislativo da Comissão presidida pelo deputado.

O comandante da PM destacou a importância de expor ao relator do PPA as demandas mais urgentes da corporação. Mauro Ronaldo afirmou que a Polícia Militar precisa melhorar a infraestrutura das unidades em todo o Estado. Citou também a necessidade de investimento em cursos de aperfeiçoamento e planejamento para o ingresso de concursados para reforçar o efetivo. “O deputado Ezequiel Neiva é sargento da reserva da PM. Ele entende as nossas necessidades”, explanou o comandante.

Neiva explicou a Mauro Ronaldo que apresentará as demandas aos demais parlamentares que compõem a Comissão de Finanças. O parlamentar frisou que os deputados estão cientes da necessidade de investimento na segurança pública, assim como infraestrutura, saúde, educação entre outras.

aftosa 468×60

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO