Samir Ali e Rogério Golfetto / Foto: Extra de Rondônia

Mais dos vereadores decidiram tornar público seu posicionamento a respeito de um dos itens apresentados na Proposta de Emenda à Lei Orgânica do Município de Vilhena (LOM) 073/2019, especificamente, o que sugere o aumento de número de vereadores, dos atuais 13 para 15 (leia AQUI).

Samir Ali (PSDB) e Rogério Golfetto (Podemos) afirmaram que são contrários ao aumento. Antes deles, porém, já haviam se manifestados contrários os vereadores Rafael Maziero (PSDB) e Carlos Suchi (Podemos) –  leia mais AQUI.

Ali, que se manifestou através de sua conta pessoal na rede social Facebook, afirmou que o posição de cada Vereador é individual e que a manifestação popular é imprescindível e determinante para o posicionamento do Legislativo.

“Por isso, manifesto meu voto contrário a essa proposição, sem desqualificar o valoroso trabalho que está sendo realizado por essa comissão em inúmeras outras iniciativas que, lamentavelmente não ganharam tamanha repercussão”, ressaltou o tucano.

Já Rogério Golfetto se manifestou contrário à proposta através da enquete divulgada pelo Extra de Rondônia no Facebook. O site não conseguiu manter contato com ele para suas argumentações sobre seu posicionamento.

>>> LEIA, ABAIXO, A NOTA DE SAMIR ALI:

 

NOTA DE ESCLARECIMENTO

Com relação ao assunto aumento do Número de Vereadores, informo que uma comissão, composta por servidores da câmara, todos advogados, foi criada no intuito de modernizar a Lei Orgânica do município. Essa comissão trouxe inúmeras proposições para análise, dentre elas, o aumento do número de vereadores de 13 para 15.

O projeto foi lido, porém agora existe um trâmite regimental e legal, o projeto irá passar pelas comissões e essas sim, compostas por vereadores, irão analisar, oportunizando assim manifestações contrárias e favoráveis, possibilitando emendas individuais e conjuntas que, posteriormente irão para plenário e votação.

Afirmo aqui que a posição de cada Vereador é individual e serão todas manifestadas no momento que cada um achar adequado. Afirmo ainda, que a manifestação popular é imprescindível e determinante para o posicionamento da câmara de vereadores, por isso manifesto meu voto contrário a essa proposição, sem desqualificar o valoroso trabalho que está sendo realizado por essa comissão em inúmeras outras iniciativas que, lamentavelmente não ganharam tamanha repercussão.

Estamos focados em fazer uma política limpa com o intuído de contribuir e melhorar o nosso município. Parabéns a cada Vereador dessa legislação que se dedica buscando sempre  alcançar o progresso a população.


COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO