Cidade de Corumbiara/Foto: Extra de Rondoniana

A população de Corumbiara tem encaminhado mensagens ao Extra de Rondônia a respeito da falta de médicos na cidade para atender nas unidades públicas de saúde.

O problema é admitido pela prefeitura, que através do secretário municipal do setor, Genadir Ribeiro, explicou ao site que não há “folga” na folha de pagamento para contratação de mais profissionais da área.

Genadir, que também é vice-prefeito da cidade, assumiu a função de secretário há 60 dias, e assume que ainda está “se inteirando” das questões relativas a pasta que comanda, porém dispondo de toda a disposição para “dar sua contribuição” no enfrentamento das demandas.

Sobre a questão dos médicos ele relata que o Município tem que se virar para dar conta do atendimento contando com dois médicos efetivos no sistema, mais três plantonistas e outros três do programa Mais Médicos – dois deles bolivianos. “Infelizmente é pouco”, admite o secretário. Os médicos efetivos trabalham também em outras cidades da região, o que dificulta a cobertura de ocasionais situações em que o plantonista não pode comparecer ao trabalho.

A carência de médicos gera situações como as que ele próprio relata a reportagem, através de mensagem de texto: “em alguns caso devido o médico apresentar atestado de saúde de última hora não sendo possível conseguir outro profissional médico para cobrir o plantão, onde os médicos nossos estavam em outros municípios de plantão. Se necessário enviaremos atestado apresentado pelo médicos.

Mas tínhamos médico na UBS onde atendia as emergências, e também teve em outros casos que o médico assumiu o plantão as 7 horas e aconteceu ocorrência grave, onde o médico teve que acompanhar a Cacoal, onde também fico descoberto, mais o município atendeu com encaminhamento até Cerejeiras casos mais urgentes e menos urgente foi encaminhado até a UBS do município”.

A questão preocupa moradores que encaminharam suas queixas ao site, e pelo que foi exposto pelo secretário a respeito das possibilidades de contratação de mais médicos trata-se de uma situação que tende a se manter.

 


COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO