Estamos em guerra 728×90

 

Mauro Nazif / Foto: Divulgação

Mauro Nazif participou nesta quinta-feira 18, de reunião virtual da Frente Parlamentar Mista em Defesa dos Direitos dos Povos Indígenas, com foco na população indígena de Rondônia devido ao aumento de casos de infecções e mortes.

Presentes na reunião a coordenadora da frente deputada federal Joenia Wapichana (REDE-RR), o senador Fabiano Contarato (REDE-ES), o deputado Nilto Tatto (PT-SP) e representantes das lideranças de Rondônia Almir Surui, Bitaté Uru-Eu-Wau-Wau, Leonice Tupari, Josias Gavião, Val Karitiana, Shirlei Arara, Coiab, Apib, Txai Surui e Samuel Tupari e os indigenistas Neidinha Bandeira e Antenor Vaz, além de representantes do DISEI’s, SESAI e FUNAI.

A reunião teve diversos pontos tratados, entre eles: assistência de saúde aos indígenas, invasões das terras indígenas, aumento do desmatamento e as queimadas. As lideranças indígenas solicitaram também proteção aos povos indígenas isolados, barreiras sanitárias para prevenção da Covid-19, melhorias nas Casas de Saúde Indígena (Casais), atuação efetiva da Fundação Nacional do Índio (Funai), acesso à água e energia para a melhoria do atendimento nas comunidades indígenas.

Mauro destacou que a pandemia trouxe sequelas graves para os povos indígenas de Rondônia. Pediu que os encaminhamentos feitos junto ao Supremo Tribunal Federal (STF) e ao Ministério Público Federal (MPF), também sejam encaminhados ao Governo do Estado de Rondônia e aos municípios. “Estas solicitações devem ser encaminhadas ao governo estadual e aos municípios, especialmente para o governo do Estado, que não tem conversado nem dado assistência aos povos indígenas neste momento de pandemia”.

Mauro levantou também a situação do acesso a poços artesianos e energia para os povos indígenas, e lamentou os mais de 1000 casos e os mais de 20 óbitos de indígenas em Rondônia. “É preciso agir e garantir assistência, estrutura e dignidade aos povos indígenas!”.

Estamos em guerra 468×60

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO