Guarnições de Novo Plano e Chupinguaia prestaram apoio na prisão/ Foto: Leir Freitas

Na madrugada deste sábado, 10, um apenado do Estado do Mato Grosso foi preso pela Polícia Militar do Distrito do Guaporé, conduzindo um veículo adulterado e transportando dois usuários de drogas em posse de entorpecente.

De acordo com o registro do caso, após receber informações de que um veículo modelo Voyage de cor cinza estaria vindo da cidade de Chupinguaia transportando drogas, uma guarnição se dirigiu até a RO-391 para fazer a interceptação.

Ao avistarem o veiculo sem aplaca dianteira, os militares deram ordem de parada, mas o motorista desrespeitou e empreendeu fuga pela RO-496, sentido ao distrito de Novo Plano.

Quando já estava quase entrando no referido distrito, o veículo foi abordado e constatado que o motorista se tratava de E. M. A., de 34 anos, que afirmou estar em cumprimento de pena pelo crime de formação de quadrilha, cometido no Estado do Mato Grosso.

No interior do veículo também estavam dois caronas e foi encontrada uma porção de crack, pesando cerca de 0,3 gramas.

Em consulta aos dados do veículo, os militares constataram que não somente a numeração do chassi estava raspada, quanto a do motor se encontrava diferente da que consta no documento.

Não o bastante, foi comprovado ainda que a o emplacamento do carro se deu na cidade de Ariquemes, porém a placa traseira era da cidade de Cuiabá.

Questionado sobre onde adquiriram a droga, os caronas, sendo um deles irmão do motorista, firmaram que pagaram o E. para os levarem até Vilhena, onde realizaram o saque do auxílio emergencial e no referido município  compraram a droga pelo valor de R$ 50,00 em frente ao cemitério.

Diante dos fatos, os passageiros foram liberados mediante Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) e o motorista foi apresentado na Delegacia da Polícia Civil de Vilhena.

O veículo foi recolhido ao pátio do Ciretran de Chupinguaia devido as adulterações.

 

 

 

sicoob credisul
vacina 728×90

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO