Entrada à cidade de Cacoal / Foto: Divulgação

Depois que a ANVISA aprovou o uso de vacinas do Laboratório Pfizer em adolescente entre 12 e 17 anos, por considerá-la segura, Cacoal tomou uma decisão audaciosa e, um dia após o anúncio, determinou que adolescentes com comorbidades, doenças crônicas ou deficientes fossem vacinadas, convertendo-se, então, no primeiro município a vacinar pessoas nessa faixa etária em Rondônia.

A vacinação aconteceu no dia 14 de junho, apenas dois dias após a decisão da Anvisa.

À época, em informações à imprensa, o prefeito Adailton Fúria afirmou que ainda não havia uma decisão formal do Ministério da Saúde, mas ele atendeu aos pedidos de mães de adolescentes com comorbidades, deficiência ou doenças crônicas que, por conta dessas condições, estavam mais vulneráveis a ter complicações em caso de contágios.

A prefeitura firmou uma parceria com o Centro de Reabilitação Neurológica Infantil de Cacoal (CERNIC) e, no dia 14, vacinou um total de aproximadamente 350 crianças. O prefeito, à época, foi aconselhado a esperar mais um pouco, até que viesse uma decisão formal do Ministério da Saúde, mas ele entendeu que a situação era urgente e essas crianças, em situação de vulnerabilidade, precisavam ser protegidas.

“Não podemos aguardar as formalidades do Ministério da Saúde, pois temos as vacinas, temos meninos que precisam ser protegidas, então, vamos seguir em frente. As mães têm pressa em imunizar os seus filhos e não dá para hesitar frente a essa doença”, explicou o prefeito àquela época.

sicoob credisul
vacina 728×90

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO