Advogado Caetano neto em visita ao site / Foto: Extra de Rondônia

O advogado vilhenense Caetano Neto, em visita à redação do Extra de Rondônia, contradiz as declarações do titular da Secretaria Estadual de Agricultura (Seagri), Evandro Padovani, quando afirma que a operação da Polícia Federal (PF) é fruto de auditoria solicitada por ele quando retornou ao cargo em 2019.

“Assim que retornei ao cargo, ainda durante a fase de transição de governo, notamos alguns indícios de irregularidade e por isso solicitamos a auditoria, que é o procedimento obrigatório que um secretário deve seguir nesse tipo de caso”, garantiu Padovani através de release enviado por sua assessoria (leia mais AQUI).

Contudo, o causídico assegura que Padovani mente. “A operação trata de desvios de verbas públicas e dita auditoria realizada no retorno da gestão de Padovani na Seagri, não tratou de desvios de verbas. Portanto, o secretário, além de patético, é mentiroso e tenta transmutar o que levou à PF a desencadear a operação ‘Colheita Amarga’ por um expediente que não tem relação com o fato”, observa.

Caetano complementa afirmando que denunciou a “farra” de verbas públicas na realização de feiras da “Rondônia Rural Show”, referente aos anos de 2017, 2018 e 2019. “Governo sério, há muito teria exonerado Padovani”, desabafa.

O CASO

Nesta quarta-feira, 11, a PF deflagrou a operação “Colheita Amarga”, em combate ao desvio e apropriação de verbas públicas junto à Secretaria Estadual de Agricultura. Foram cumpridos mandados de busca e apreensão em endereços nas cidades de Porto Velho, Ariquemes, Vale do Anari e Colorado do Oeste.

Há indícios de envolvimento de servidores da Secretaria de Agricultura nos desvios de verbas que deveriam ser utilizadas para aquisição de produtos em diversos municípios de Rondônia (leia mais AQUI).

sicoob credisul

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO