Fotos e vídeos: divulgação

A proprietária da Casa das Ordenhadeiras, localizada na Avenida Magnópolis, no Município de Colorado do Oeste, registrou com a ajuda de um amigo a situação de calamidade que se encontra a frente da empresa e o trabalho que o esposo e os funcionários tiveram, ao passaram quase toda a noite ensacando terra para construir uma barricada, a fim de evitar que não só o estabelecimento como a residência do sacal fosse novamente invadido pelas águas e lama das enxurradas, como ocorreu durante a chuva da última quarta-feira, 06.

Como já divulgado pelo Extra de Rondônia, algumas ruas e avenidas do município estão recebendo uma obra de pavimentação asfáltica, porém, devido ao atraso no cumprimento da ordem de serviço, que foi emitida no final do mês de abril, moradores estão sofrendo ao terem as casas alagadas por águas barrentas, uma vez que as ruas estão escavadas e crateras estão se abrindo.

Em entrevista concedida à reportagem do site, o prefeito José Ribamar explicou o motivo da demora na conclusão da obra, que foi planejada com antecedência exatamente para evitar os transtornos que estão ocorrendo e afirmou que o descumprimento da empresa que ganhou a licitação, com relação a data prevista para início, não permitiu a entrega do asfalto antes da chegada das chuvas.

Revoltados e somando prejuízos em cima de prejuízos a cada chuva, os moradores estão se valendo do que podem e se lamentam a situação e a falta de assistência por parte da Secretaria de Obras, tendo que eles mesmos cavar a terra com pás para evitar mais danos, como mostra o vídeo registrado pela empresária.

sicoob credisul

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO