cordenadora da paz

A nova titular da Secretaria de Estado da Promoção da Paz (SEPAZ) Solimarcia Dias, confirmou nesta segunda-feira, 4, que assumiu o comando da pasta no cone-sul de Rondônia com o intuito de fomentar os projetos já em andamento, idealizados pela pasta, criar novos, e fomentar ainda mais as diretrizes da Política Nacional do Combate às Drogas. A titular da SEPAZ em Vilhena tem experiência no trato com pessoas em vulnerabilidade social, e confirmou que os projetos desenvolvidos pela pasta serão executados de formas plena, para garantir o bom andamento das ações criadas pelo governo do estado de Rondônia.

Solimarcia Dias já atuou no Centro de Atendimento à Mulher (CAM), que atende crianças e mulheres vítimas de violência, e adiantou que a SEPAZ está instalada em Vilhena nas dependências da Secretaria de Assistência Social (SEAS). “Mas em breve estaremos em um novo endereço”, confirmou.

A nova titular da SEPAZ ressalta a importância da instituição para a população vilhenense. “No programa de ações da instituição todas as metas são estabelecidas dentro da cultura de paz, baseada na prática da não-violência, contribuindo para inclusão social, tornando menos vulneráveis aos danos causados pelas situações de uso, abuso e dependência química, além de atuar na promoção da integração entre as políticas de prevenção, acolhimento, tratamento, e reinserção social dos usuários e dos dependentes químicos”, explica a coordenadora.

A SEPAZ foi criada no dia 8 de junho de 2012 após o Governo de Rondônia conhecer o trabalho desenvolvido pelo estado de Alagoas no enfrentamento ao uso indevido de álcool e outras drogas. O bom andamento dos projetos desenvolvidos pela SEPAZ refletem diretamente na segurança pública.

Segundo dados da Delegacia de Polícia Civil (DPC) do município de Vilhena, a maioria dos crimes registrados tem ligação direta ou indireta com o tráfico de drogas.

Autor: Da Redação

Foto: Divulgação

 

sicoob credisul
vacina 728×90

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO