Estamos em guerra governo 728×90  – ALE celular 300×250
 Dirigentes do PP enxergam grande potencial político e eleitoral na primeira-dama de Vilhena

Dirigentes do PP enxergam grande potencial político e eleitoral na primeira-dama de Vilhena
Estamos em guerra 468×60

Há rumores que a primeira-dama de Vilhena deve deixar o comando da Secretaria Municipal de Ação Social (SEMAS) no dia três de abril, respeitando os prazos estabelecidos pela Justiça Eleitoral para interessados em disputar as eleições deste ano.

Apesar das inúmeras negativas acerca do assunto dadas tanto por Lizangela quanto pelo prefeito Zé Rover, fontes asseguram que dirigentes do Partido Progressista no Estado enxergam grande potencial político e eleitoral na primeira-dama vilhenense, e pressionam no sentido que ela dispute o pleito de outubro. A confirmação do nome da primeira-dama deve ocorrer neste sábado, 15, durante reunião da cúpula do PP, em Ji-Paraná.

Ainda relutante sobre o caso, o casal Rover e o diretório local do PP já teriam na manga uma espécie de “plano b” para que Vilhena tenha pelo menos um candidato do grupo concorrendo a vaga na Câmara Federal. Os cotados são os do atual Secretário Municipal de Educação, José Carlos Arrigo, e o vice-prefeito Jacier Dias. No caso de Jacier, que já afirmou que é pré-candidato a deputado estadual, é difícil imaginar que ele aceite o desafio depois de estar trabalhando há vários meses com dirigentes de lideranças do PSC, partido ao qual pertence, seu projeto de conquistar uma das cadeiras da Assembléia Legislativa.

Fonte – Extra de Rondônia

Texto – Da Redação

Foto – Mario Quevedo

estamos em guerra 728×90 2
covid 468×60

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO