Estamos em guerra governo 728×90  – ALE celular 300×250
Estamos em guerra 468×60

lote 2Segundo se pode observar em imagem e satélite, o novo loteamento (abaixo, destacado em vermelho) terá espaço para ser recortado em dezenas de quadras e centenas de terrenos.

De acordo com informações, a área pertence a família do falecido fazendeiro Moisés de Freitas, e o empreendimento faz parte de outros dois loteamentos dos mesmos proprietários, que fazem limite com a Avenida Melvin Jones, em Vilhena.

Ao site, um integrante do primeiro escalão da prefeitura declarou ser uma “loucura” autorizar a implementação de loteamentos de tamanha envergadura, pois isto depois acaba onerando o Município, que ficará com a responsabilidade de providenciar estrutura de saúde, educação, coleta de lixo e transporte público, apenas para citar alguns exemplos, para os futuros moradores do loteamento.

Ironicamente, a área que está sendo devastada fica em frente ao local onde a prefeitura está construindo um parque de preservação ambiental. Os dois empreendimentos ficarão separados apenas pela BR 174.

 

Uma vasta área nas proximidades do córrego Barão do Melgaço já está em processo de derrubada
Uma vasta área nas proximidades do córrego Barão do Melgaço já está em processo de derrubada

Fonte – Extra de Rondônia

Texto – Da Redação

Fotos – Google Maps e Extra de Rondônia

estamos em guerra 728×90 2
covid 468×60

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO