Campanha do senador foi abastecida com R$ 500 mil desviados da Petrobrás
Campanha do senador foi abastecida com R$ 500 mil desviados da Petrobrás

O senador de Rondônia, Valdir Raupp (PMDB), está incluído na lista de políticos com envolvimento no esquema criminoso da Petrobrás, que deu início à operação “Lava Jato”.

Raupp foi citado em reportagem veiculada neste domingo, 6, no programa “Fantástico”, da Rede Globo.

Conforme a reportagem, ele fez parte do núcleo criminoso envolvendo vários políticos do país. Além da classe política, a organização era formada por empresários e operadores do esquema.

Raupp foi acusado pelo doleiro Alberto Youssef. Ele afirmou que a campanha de Raupp ao Senado, em 2010, foi abastecida por R$ 500 mil desviados da Petrobras. O senador nega acusação e sustenta que a contribuição ocorreu dentro dos limites da lei.

A OPERAÇÃO 

A Operação Lava Jato virou uma força-tarefa. Em Curitiba, junta os 70 membros do Ministério Público, Receita Federal e Polícia Federal. Nos últimos meses, o Brasil passou a ver a sequência de fases da Lava Jato, prendendo diretores da Petrobras, empresários, políticos. Já foram 49 acordos de colaboração premiada.

Elas levaram a 117 conduções coercitivas, quando a pessoa é obrigada a prestar depoimento, como a do ex-presidente Lula, na última sexta-feira, a mais recente. E a 141 mandados de prisão. Já houve 84 condenações.

As penas somadas já chegam a 825 anos e 10 meses. A maior delas, de 20 anos e 8 meses, para o ex-diretor de serviços da Petrobrás, Renato Duque.

Vários poderosos políticos são acusados no esquema criminoso
Vários poderosos políticos são acusados no esquema criminoso
Além da classe política, a organização era formada por empresários e operadores
Além da classe política, a organização era formada por empresários e operadores

Texto: Extra de Rondônia

Fotos: Divulgação

sicoob credisul
vacina 728×90

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO