Os alunos do curso de Engenharia Civil da Faculdade Marechal Rondon (Faron) tiveram a oportunidade de participar de aulas prática diferentes durante o mês de abril.

No início do mês, 23 estudantes conheceram de perto a estrutura de construção da Loja de Departamentos Havan, considerado um método de construção inovador pela rapidez com que é concluída. Na fase final da obra, a turma voltou ao estabelecimento para saber mais sobre os acabamentos.

A obra dura cerca de 90 dias, quando se inicia a preparação do solo e os materiais e métodos utilizados são considerados inovadores para a região.

A visita esteve sob o comando da coordenação do curso de engenharia da Faron, professor Dailton Fernandes. No local, os alunos que são de vários períodos, foram recebidos pelo gerente administrativo de obras, Ronaldo Lara.

Ronaldo explicou que o método de construção industrializado elimina etapas convencionais da obra e garante que o prédio fique pronto dentro do prazo de três meses, a contar a partir do início da obra.

“Para garantir a agilidade na construção, nós utilizamos peças pré-fabricadas, placas pré-moldadas de concreto que já chegam prontas ao canteiro de obras, onde são usadas para montar a estrutura. Diferente de uma construção convencional, não utilizamos tijolos, blocos e reboco, por isso nossas obras levam de dois a quatro meses”, explicou.

Além da visita no período inicial da construção, os alunos de engenharia voltaram no final de abril para ver de perto a parte de instalações e acabamentos.

“Faz parte do intuito da Faculdade levar o aluno para a parte prática do aprendizado. Tenho certeza que durante a visita eles aprenderam mais do que apenas falássemos sobre o tema em sala de aula”, enfatizou o coordenador do curso, ao lembrar que a Faron foi a única instituição de ensino a acompanhar a construção da loja no município.

Texto e fotos: Assessoria

sicoob credisul
vacina 728×90

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO