Célio Batista não pode se aproximar de órgãos públicos. Ele requereu poder voltar à Câmara, mas Juiz rejeitou pedido

Caetano Neto

O advogado vilhenense Caetano Neto, se manifestou a respeito das declarações do vereador Célio Batista (PP).

O parlamentar, que é motivo de investigação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), exige 30 minutos para se defender no julgamento marcado para a próxima segunda-feira, 1, às 15h, no auditório da prefeitura de Vilhena.

Ele quer usar a tribuna para dizer à população “o que existe por trás de tudo isto”. Relembre AQUI

Em contato telefônico com a redação do Extra de Rondônia, Caetano disse que os vereadores de Vilhena não podem permitir a exigência sob risco de criar vícios na sessão de julgamento.

Garantiu, ainda, que Célio não pode nem ir à sessão devido a uma cautelar que impede que ele se aproxime de órgãos públicos.

Argumentou que o Regimento Interno da Casa de Leis garante que a defesa seja feita pelo acusado ou pelo advogado que o representa. Mas, como Célio está impedido, a defesa fará os esclarecimentos necessários em plenário.

REJEITADO POR JUIZ

Caetano explicou que, em 6 de setembro deste ano, Célio requereu a revogação de medidas cautelares para poder voltar a exercer seu mandato de vereador na Câmara, o qual foi rejeitado pelo magistrado.

“Se a Casa ceder à solicitação de Célio, estará viciando a sessão. Os parlamentares devem ter muito cuidado a manobras escondidas no procedimento sob risco da defesa do vereador buscar a anulação do julgamento”, alertou.

Caetano diz ainda que deseja ver o Célio cassado por ser um advogado ativista contra a corrupção e, principalmente, por ser autor dos pedidos na Câmara de Vilhena que cassou os mandatos dos ex-vereadores Vanderlei Graebin, Carmozino Taxista e Junior Donadon.

“Os vereadores devem agir com toda a cautela possível como o fizeram com o julgamento dos antigos vereadores, tal como foi com lisura, com ética e transparência”, finalizou.

 

Texto: Extra de Rondônia

Foto: Extra de Rondônia


COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO