Coluna escrita por Humberto Lago/Foto: Acervo Extra de Rondônia

Qual é o saldo ideal de caixa, que uma empresa deve ter, no balanço anual? Como identificar se ele é baixo demais ou se é excessivo? Está correto afirmar que o saldo ideal de caixa deve representar um percentual de seus ativos ou de suas receitas anuais?

Do ponto de vista contábil, a conta caixa identifica os recursos financeiros em espécie, que uma empresa tem, em determinado momento. No sentido amplo, a mesma palavra é entendida como o total de recursos financeiros que uma organização dispõe (compreendendo o caixa em si, mais os saldos bancários de conta corrente, mais aplicações financeiras com disponibilidade imediata).

Também deve ser dito que o saldo de caixa é um interessante indicador financeiro da atividade econômica, e por isso faz parte da análise bancária e da avaliação da performance empresarial.

Alguém pode achar que este é um assunto teórico, mas não é. Gostaria de dizer que nesta semana uma pessoa me abordou dizendo que o banco analisou seu balanço e não gostou dos resultados apresentados. Adicionalmente lhe foi dito: Eu conheço você há anos e sua empresa, porém o banco entendeu que seus resultados foram fracos. E agora, o que fazer?

Particularmente, gosto de analisar a evolução do saldo de caixa, ao longo dos exercícios financeiros das empresas, procurando estabelecer uma relação entre o lucro anual e o saldo de caixa. É obvio que isso varia de empresa para empresa.

A experiência profissional tem indicado que empresas sólidas dão uma atenção especial à evolução deste tipo de ativo, procurando sempre maximizá-los. Porém não existe uma regra de como fazer isso.

Recentemente, examinando o balanço de outra empresa local, que estava endividada e com diminuto resultado operacional, constatou-se que por dois períodos consecutivos o saldo de caixa estava próximo de zero. Ou seja, a análise da evolução do saldo de caixa indicou as dificuldades enfrentadas pelo seu fluxo de caixa.

Quando se trabalha com planejamento financeiro, é habitual projetar-se os resultados empresariais, bem como o saldo de caixa, porque existe uma relação muito próxima entre ambos.

Conclusão: Não sei como você está tratando deste assunto na sua firma. O certo é que a análise sistemática e criteriosa da evolução do saldo de caixa é uma ferramenta apropriada, oportuna e recomendada, para melhor acompanhar seu desempenho operacional. E você – como proprietário ou administrador – é a pessoa indicada para definir a faixa ideal para enquadrá-lo e monitorá-lo.

sicoob credisul
vacina 728×90

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO