Vereadora Leninha do Povo / Foto: Divulgação

Por unanimidade, os vereadores de Vilhena aprovaram, na sessão ordinária desta terça-feira, 18, o requerimento nº 019/2020, que pede ao prefeito Eduardo Japonês (PV) que solicite informações à Secretaria Municipal de Saúde (SEMUS) sobre o tomógrafo do Hospital Regional (HR)

O documento solicita a quantidade de exames realizados a partir do funcionamento do aparelho, o nome do profissional responsável pelo exame, qual o número de solicitações para estes exames, assim como o quantitativo de exames pendentes e o tempo médio de espera para consegui-los.

De autoria da vereadora Helena Maria Rodrigues de Queiroz, a popular Leninha do Povo (PTB), o requerimento faz voltar à tona o polêmico caso do aparelho que estava praticamente abandonado dentro da referida unidade de saúde.

Adquirido através de emenda de R$ 1.5 milhão da deputada estadual Rosangela Donadon, o não funcionamento da moderna máquina, de última geração, gerou críticas à gestão municipal em julho passado, já que a máquina foi recebida no HR em outubro de 2019 (leia mais AQUI e AQUI).

Agora, Leninha do Povo, que dedicou sua vida à saúde pública trabalhando na área, quer saber os motivos do não funcionamento do aparelho, principalmente, nesta época de pandemia.

“Eles falaram que está instalado, mas não sei se está funcionando, está parado. Tem muita gente pagando exames. Se temos essa máquina, temos que saber o que está acontecendo”, salientou.

Embora o presidente da Casa de Leis, Ronildo Macedo (PV), tenha tentando explicar que a máquina está em pleno funcionamento, o requerimento foi aprovado em plenário.

“O tomógrafo está funcionando sim. É que há limitações pelo covid-19. As tomografias estão sendo feitas com pacientes que têm sintomas ou suspeita de coronavírus”, encerrou.

 

sicoob credisul
vacina 728×90

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO