Coluna escrita por Humberto Lago/Foto: Extra de Rondônia

Estava conversando de forma descontraída com o responsável pela filial. De repente começamos a compartilhar algumas experiências de nosso passado profissional. Este tipo de exercício é extremamente oportuno e educativo.

Então ele me disse que veio para nossa cidade há 8 anos, a fim de trabalhar. Certo dia ingressou numa grande e conceituada empresa, depois de passar por um processo de seleção extenso e meticuloso. Como é natural, começou pelos níveis inferiores. Com 9 meses de trabalho, conseguiu sua primeira promoção. Nos anos subsequentes continuou crescendo, desenvolvendo-se, sendo treinado e avançando na ascensão profissional. No quarto ano já liderava um setor, quando enfrentou uma crise pessoal, precisando se afastar da firma.

No departamento de recursos humanos, ao comunicar seu afastamento, percebeu que seus colegas se entristeceram com sua saída e começaram a chorar. Imagine essa cena. Só então ele percebeu o quanto era estimado. Certo dia, um ano depois de ter saído, recebeu um inesperado telefonema de seu ex-empregador, acompanhado de um convite para regressar ao trabalho, na ultima posição ocupada. Como ele estava satisfeito no novo emprego, foi preciso recusar o convite. Então lhe foi informado, educadamente, que as portas daquela organização continuavam abertas para ele.

Consciente ou inconscientemente, estamos impactando as empresas pelas quais passamos. Fazemos isso mediante nosso desempenho, postura, realizações e relacionamentos. Nossas virtudes pessoais costumam ser retratadas na carreira profissional. Sim, nossa conduta pessoal e profissional é uma semente única e distinta, que uma vez plantada e cultivada, passa a ser atentamente observada pelos demais. Nosso perfil real e conteúdo profissional falam mais alto do que nossas palavras e currículo. É possível que nem todos possam perceber isso. O fato é que ele está lá, não podendo ser manipulado.

Todos nós temos um passado profissional. Nunca deixa de compartilhá-lo. Quantos de nós nos orgulhamos de nosso passado, de nossa estratégia e realizações? Se algum leitor não está confortável com ele, aproveite para revisar sua visão e passe a investir na sua carreira. Esse é o investimento com o melhor retorno!

Recentemente ouvi de um diretor que uma funcionária sua, ao completar 90 dias na firma mudou para pior sua postura. Isso é triste e lamentável.

A experiência tem me ensinado que as empresas precisam, e com urgência, de pessoas competentes e habilidosas, para assumirem desafios crescentes. Diante de candidatos com esse perfil, até mesmo os níveis salariais se tornam flexíveis, na busca de uma ótima contratação.

sicoob credisul

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO