Confúcio durante visita / Foto: Divulgação

Ao cumprir agenda de trabalho na grande região de Ariquemes, na terça-feira 13, o senador Confúcio Moura (MDB/RO) e o ex-deputado federal e ex-prefeito do município, Francisco Sales, acompanharam as obras que estão sendo concluídas da nova ponte de concreto sobre o Rio Jamari, localizada na BR 421, que liga aos municípios de Monte Negro, Campo Novo e Buritis.

Atualmente o trânsito no trecho é feito por uma ponte estreita, de mão única, construída ainda no Governo Federal de João Figueiredo, através do Ministério dos Transportes, via emenda destinada por Francisco Sales, enquanto deputado federal, e segundo ele, inaugurada em 1985. “Na época, isso aqui foi um grande milagre, pois quem precisava atravessar o rio, naquele período, utilizava apenas balsa”, relembrou.

“Esta ponte surgiu há 36 anos, quando ainda nem existiam vários municípios na região como: Monte Negro e Buritis. Inclusive foi muito bem feita, pois resiste até hoje mesmo não sendo projetada para receber tantos veículos e cargas que passam por aqui diariamente. Transportou muitas riquezas como minério, mas já deu o que tinha de dar”, complementou o senador, relembrando histórias dos pioneiros que moram na localidade e usaram a travessia tanto pela balsa quanto da primeira ponte.

PONTE MODERNA

Porém, conforme destaca Confúcio Moura, há alguns anos Ariquemes e a região vivem em plena fase de desenvolvimento e por esse motivo, em 2017, período em que esteve no Governo de Rondônia iniciou as obras da ponte moderna de mão dupla, com 120 metros de extensão e 10 de largura.

“Apesar de esta ser em uma rodovia federal, assumi o compromisso durante a gestão como governador do Estado de construir a ponte. É uma obra muito importante, indicada pelo deputado estadual Adelino Follador (DEM), e que em breve, será concluída com adaptação baseada na atual realidade da região”, concluiu.

sicoob credisul
vacina 728×90

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO