Foto: Wander Roberto/COB/Divulgação

Neste sábado (7), Hebert Conceição nocauteou o ucraniano Oleksandr Khyzhniak na final disputada em Tóquio e se tornou campeão olímpico.

O atleta de 23 anosnão começou bem o combate e foi dominado pelo rival no primeiro assalto. Na segunda parcial, ele esteve melhor, mas novamente foi pior que o ucraniano, campeão mundial nessa categoria.

Com isso, Hebert precisaria de um nocaute no terceiro round para vencer. E foi o que aconteceu. O brasileiro foi para cima e conseguiu um soco cruzado de esquerda para confirmar uma vitória acachapante, deixando Khyzhniak no chão.

Na trajetória rumo à final, o boxeador nascido em Salvador, na Bahia, superou o chinês Erbieke Tuoheta na fase preliminar, Abilkham Amankul, do Cazaquistão, nas quartas de final e o russo Gleb Bakshi na semi.

Hebert Conceição repete o feito de Robson Conceição no Rio 2016 e se torna o segundo atleta do Brasil a ser campeão olímpico no boxe.

A medalha é a segunda do Brasil na modalidade em Tóquio. Anteriormente, Abner Teixeira ficou com o bronze na categoria até 91 kg. Neste domingo, Bia Ferreira disputa a final contra a irlandesa Kellie Anne Harrington a partir de 2h (horário de Brasília).

sicoob credisul

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO